Sindicato dos Trabalhadores da Empresa Brasileira de Correios Telégrafos e Similares do Rio de Janeiro

Siga nas redes:

Filiado a FINDECT Filiado a CTB

FINDECT reforça luta contra a privatização com ação no Congresso Nacional

Notícia publicada dia 29/11/2019

Tamanho Fonte:

Dirigentes da Federação vão a gabinetes apresentar aos deputados motivos para defender a empresa pública de Correios!

Na luta contra a privatização, presidentes dos Sindicatos filiados à FINDECT (SP, RJ, TO, MA e Bauru) foram à Câmara Federal no dia 27 de novembro para dialogar com deputados e buscar defensores dos Correios públicos.

Os Deputados Federais Luiz Carlos Motta, Mauro Lopes e Baleia Rossi estavam em seus gabinetes. Receberam os dirigentes da FINDECT, que entregaram impresso com explicações sobre a importância dos Correios públicos para o Brasil, para os brasileiros e para o próprio parlamentar. Os presidentes dos Sindicatos também deram explicações e apresentaram solicitações relacionadas ao combate à privatização.

A reunião no Gabinete do Líder do MDB na Câmara e Presidente Nacional do MDB, Deputado Baleia Rossi, foi bastante produtiva. Ele se comprometeu a trabalhar junto a sua bancada de 34 Deputados. Também colocou o Gabinete da Liderança à disposição para ajudar no trabalho da federação junto aos Deputados do Partido, com demonstração da importância dos Correios e convencimento de que a privatização é prejudicial a todos.

Entrega de Manifesto

Os dirigentes da FINDECT protocolaram nos gabinetes documento com informações importantes sobre a importância dos Correios como Empresa ESTATAL, Pública de Qualidade a serviço da população brasileira, e pedido de apoio na luta contra a Privatização dos Correios.

Veja o conteúdo:

Sr. PARLAMENTAR, há muito motivos

Com 350 anos de vida, os Correios são a única instituição que está em todos os municípios brasileiros.
Se houver privatização, milhares de cidades podem ficar sem atendimento dos Correios. É muito provável que sua base eleitoral esteja entre elas e seus eleitores fiquem sem o serviço de carteiro domiciliar que entrega correspondências, inclusive as suas.

E tem mais. A cidade que é sua base eleitoral também pode ficar sem receber:

●vacinas e medicamentos para postos de saúde e hospitais públicos;

●provas do ENEM;

●livros didáticos para a escola pública;

●as urnas eletrônicas, o que pode prejudicar sua eleição.

●também pode perder os serviços do banco postal e ter a economia comprometida.

Saiba mais sobre isso nas páginas da cartilha anexada a esse documento. Saiba o que é benefício cruzado e entenda porque só uma estatal pode garantir os serviços universais com a qualidade e tarifas praticadas pelos Correios públicos.

Veja porque todo PARLAMENTAR tem motivo de sobra para defender a manutenção da empresa de Correios estatal.

Compartilhe agora com seus amigos