Sindicato dos Trabalhadores da Empresa Brasileira de Correios Telégrafos e Similares do Rio de Janeiro

Siga nas redes:

Filiado a FINDECT Filiado a CTB

Governo oferece Correios e gigantes internacionais babam!!!

Notícia publicada dia 23/01/2020

Tamanho Fonte:

Por que empresas de ponta do capital internacional como UPS, Amazon e Alibaba, estariam interessadas em comprar os Correios se, como diz o governo, a ECT não tem futuro porque o setor postal está morrendo?

O ministro vende-pátria Paulo Guedes foi ao fórum econômico mundial, em Davos, na Suíça, oferecer o patrimônio do país aos abutres internacionais ávidos por controlar o território e as riquezas nacionais, os dados e as vidas dos brasileiros.

A ECT é uma das jóias mais cobiçadas, junto com a Petrobras, a Eletrobrás e empresas como a Serpo e a Dataprev, que reúnem dados de toda a população!

Por que gigantes como as americanas Amazon e UPS e a chinesa Alibaba comprariam os Correios, se como o governo fala trata-se de uma empresa fadada a desaparecer?

Controle e enriquecimento

O interesse dessas empresas mostra que os argumentos do governo sobre os Correios são tão verdadeiros quanto uma nota de 3 reais. O mesmo vale para as demais empresas. Aliás, a maior parte dos argumentos são os mesmos, como déficit, dívida, excesso de gastos com direitos de funcionários, e por ai vai.

Mostra também que a FINDECT e as demais entidades sindicais filiadas têm mostrado a verdade sobre os Correios, que o governo e a mídia empresarial escondem para justificar uma privatização.

Essas gigantes estão de olho na ECT por ela ser uma empresa estratégica para acessar, integrar e controlar o território nacional. Por ela possuir uma gigantesca e funcional rede de logística implantada, estabelecida em todos os municípios do país, capaz de executar tarefas que nenhuma outra empresa conseguiria, com a distribuição nacional de provas do Enem, de medicamentos, vacinas e livros didáticos.

O capital internacional e suas empresas querem controlar o território e a economia nacional e enriquecer ainda mais com isso. E o governo está fazendo tudo que eles querem!

Crime e castigo

Vender essa empresa é um crime que esse governo está cometendo. E que infelizmente a maioria dos brasileiros não está entendendo, e serão duramente castigados por isso no futuro, quando não tiverem mais o serviço postal estatal com tarifas extremamente baixas comparadas às privadas.

Esse governo está entregando ao capital internacional todo o potencial econômico de um país enorme, com forte capacidade de consumo, com a maior quantidade de terras agriculturáveis do mundo, com um subsolo riquíssimo, com o maior parque industrial instalado da América Latina. No futuro, o custo disso será altíssimo para o país e toda sua população. Só ganharão as elites empresariais, sócias do capital internacional.

Defender nossos empregos, nossa família e o patrimônio dos brasileiros

Estão batendo as carteiras dos brasileiros e tem muita gente rindo e aplaudindo! E além de entregar tudo, o governo está sucateando para baratear e favorecer ainda mais os compradores.

Deliberadamente ele deixa a empresa afundar para irritar e ganhar a opinião pública. Está acabando com os direitos da categoria e já disse que vai demitir metade dos funcionários para deixar a empresa do jeito que os empresários gostam. O restante será demitido depois, trocados por terceirizados e subempregados.

Cabe a nós trabalhadores dessa empresa que é um tesouro dos brasileiros, alertar a população e defender os Correios e nossos empregos.

Os Sindicatos filiados à FINDECT estão realizando amplo debate e organizando os trabalhadores em suas bases e durante as reuniões setoriais, importantes para manter o trabalho de resistência em defesa dos direitos, empregos e da nossa família.

Filie-se ao seu Sindicato e junte-se à FINDECT nessa luta!!!

Compartilhe agora com seus amigos