Sindicato dos Trabalhadores da Empresa Brasileira de Correios Telégrafos e Similares do Rio de Janeiro

Siga nas redes:

Filiado a FINDECT Filiado a CTB

Casos de covid-19 disparam e gerentes tentam esconder casos assediando trabalhadores

Notícia publicada dia 11/01/2021

Tamanho Fonte:

Além de tentar dificultar o cumprimento da liminar do Sindicato, trabalhadores denunciam ameaças dos gestores em retirar suas funções, além de manter MOTs trabalhando mesmo após contato com contaminados, culminando numa explosão de casos nos últimos dias

Após o Sindicato intervir, liminar é cumprida e trabalhadores suspendem atividades presenciais

O SINTECT-RJ recebeu graves denúncias de assédio moral contra os trabalhadores dos Correios dos CDDs Taquara e Freguesia em meio à grave pandemia de coronavírus. Gerentes estão dificultando o cumprimento da liminar e dos protocolos de saúde e segurança, fundamentais para impedir a propagação da covid-19, além da comunicação de casos ao Sindicato.

Enquanto a Covid-19 avança nas unidades do Rio de Janeiro, provocando uma explosão de casos, adoecendo e tirando milhares de vidas, a direção da empresa se esquiva de tomar medidas para proteger os ecetistas, obrigados a enfrentar o perigo nas unidades e nas ruas por serem enquadrados como trabalhadores essenciais.

Em plena Pandemia, e num momento de crescimento da contaminação, muitos gestores mostram uma enorme irresponsabilidade com a saúde e a vida dos trabalhadores, familiares e clientes ao não cumprir a liminar conquistada pelo SINTECT-RJ, com isso criam dificuldades e são responsáveis pelo aumento descontrolado dos casos em todo Estado.

No caso dos CDDs Taquara e Freguesia, os trabalhadores terceirizados mesmo tendo contato com os contaminados não estão sendo afastados das atividades presenciais, sem contar na dificuldade no cumprimento da liminar, além de não realizar a devida higienização do setor.

“Como se não bastasse os problemas estruturais das unidades, muitas delas com espaços pequenos demais, sem ventilação e sem manutenção interna e das áreas externas, a direção da empresa tem dificultado o afastamento dos trabalhadores e higienização adequada dos setores, mas nós estamos atentos e orientando a categoria da forma certa e fazendo cumprir a liminar do Sindicato”, disse Sebastião Brazil, secretário de finanças do SINTECT-RJ.

Graças a atuação responsável do Sindicato, que desde o início da pandemia não tem medido esforços para lutar em defesa do isolamento social, fundamental para barrar a propagação do vírus. Tem se imposto ao negacionismo da ECT e de muitos gestores, e feito cumprir a liminar em defesa da vida conquistada pelo Sindicato.

O SINTECT-RJ mais uma vez entrou em ação e agiu, orientando os trabalhadores para o cumprimento de quarentena e repudia a desumanidade, à falta de compromisso com a vida e à irresponsabilidade da direção militar da ECT e seus gerentes.

Orientamos que os trabalhadores devem denunciar esses crimes contra a segurança sanitária do Estado, pois responsabilizaremos criminalmente os gestores que se oporem ao cumprimento da liminar.

Compartilhe agora com seus amigos