Sindicato dos Trabalhadores da Empresa Brasileira de Correios Telégrafos e Similares do Rio de Janeiro

Siga nas redes:

Filiado a FINDECT Filiado a CTB

CDD Antonina: Luta dos trabalhadores impede fechamento da unidade

Notícia publicada dia 09/07/2018

Tamanho Fonte:

Após ameaça de fechamento do setor, Correios recua e unidade não será extinta.

Na terça-feira (3/7), após 15 dias de grande mobilização do sindicato e forte greve, devido a pretensão da diretoria dos Correios em fechar o CDD Santa Antonina, trabalhadoras e trabalhadores aprovaram o término da greve iniciada desde o dia 19 de junho e acabaram conquistando a reversão do fechamento da unidade e absorção pelo CDD Nilo Peçanha, assim como novo SD será realizado com a participação do Delegado Sindical e o restabelecimento da limpeza na unidade está garantida.

O SINTECT/RJ tem como prioridade a mobilização dos trabalhadores em todo estado, realizando reuniões setoriais e orientando a categoria sobre a importância da luta contra o fechamento de unidades, contra o DDA e pela realização do concurso público, tendo em vista que o efetivo nacional há no mínimo 20 mil vagas deficitárias.

Agindo de forma imediata, o diretor André Messias iniciou uma grande mobilização com os trabalhadores desde o dia 19 de junho para impedir o fechamento da unidade, extremamente importante para os trabalhadores e para a população de São Gonçalo.

“Os trabalhadores atenderam prontamente o chamado da diretoria do sindicato e iniciamos uma luta de resistência que durou 15 dias. Durante todo período da greve, o SINTECT/RJ se manteve firme na defesa dos direitos dos trabalhadores e contra o projeto neoliberal do Governo Temer de esfacelamento dos Correios, com a proposta de fechamento de unidades, impactando diretamente nas condições de trabalho e prejudicando a população”, enfatizou André Messias.

Mobilização e Luta

Durante os 15 dias da greve vitoriosa, o SINTECT/RJ e os trabalhadores mantiveram um posicionamento de defesa intransigente contra o fechamento da unidade, além de também se posicionarem contra a proposta de fusão com o CDD Nilo Peçanha.

O SINTECT/RJ uma forte mobilização, realizando diversos atos, dentre eles na Praça Zé Garoto e em Alcântara, além de uma grande passeata com apoio da população no centro de São Gonçalo, fundamental para a conscientização da população sobre a importância de defender os Correios público e de qualidade, atendendo todos os municípios e alertando a população sobre a falta de funcionários, tendo em vista que o último concurso foi realizado em 2011.

Vitória

Na terça-feira (3/7), em Assembleia, os trabalhadores do CDD Santa Antonina comemoraram a vitória: foi revogado o fechamento da unidade!

Devido a mobilização realizada pelo sindicato, os trabalhadores conseguiram impedir a fusão com o CDD Nilo Peçanha, forçar os Correios a realizar um novo SD na unidade e o restabelecimento da limpeza na unidade.

A visibilidade que ganhou a luta contra o fechamento da unidade foi fundamental para que a diretoria da empresa recuasse. O presidente do SINTECT/RJ, Ronaldo Martins, reconheceu: “Buscamos todos os meios de negociação para evitar o fechamento da unidade, porém a empresa só escuta os trabalhadores através da greve, e foi isso que fizemos, uma forte mobilização, contando com o apoio da população e parabenizar os trabalhadores do CDD Antonina”.

A luta continua!

Os trabalhadores suspenderam a paralisação, porém está mantido a manutenção do estado de greve, caso a empresa não venha cumprir o acordo firmado.

O SINTECT/RJ segue na defesa incondicional do serviço de Correios público e de qualidade e entende que essa vitória se deve ao engajamento dos trabalhadores.

Compartilhe agora com seus amigos