Sindicato dos Trabalhadores da Empresa Brasileira de Correios Telégrafos e Similares do Rio de Janeiro

Siga nas redes:

Filiado a FINDECT Filiado a CTB

COVID-19: CDD Tanque interrompe atividades em cumprimento à liminar

Notícia publicada dia 27/10/2020

Tamanho Fonte:

Onda de contaminação e a falta das devidas medidas sanitárias de combate ao vírus pela ECT desencadeou na suspensão das atividades e cumprimento da liminar do SINTECT-RJ

O secretário de finanças do SINTECT-RJ, Sebastião Brazil, esteve presente na unidade e orientou os trabalhadores irem para a quarentena em cumprimento à liminar conquistada pela entidade exigindo que sejam tomadas medidas para proteção de suas vidas

A cada dia fica evidente o descaso e negligência da direção dos Correios e governo Bolsonaro que minimizaram a pandemia desde o início. Agora o país registra um número drástico com mais de 157.000 mortes por covid-19.

O SINTECT-RJ preocupado com a segurança dos trabalhadores, familiares e clientes, recorreu à justiça para garantir a vida dos trabalhadores no Rio de Janeiro, conquistando liminar que vem salvando muitas vidas diante de uma grave pandemia, garantindo o afastamento imediato de todo efetivo em caso de contaminação e também dos coabitantes e grupo de risco.

Até hoje a direção da empresa e governo Bolsonaro agem sem transparência e estão deliberadamente ocultando informações sobre números totais de contaminação e também de novos casos dos trabalhadores dos Correios.

Diante do descaso total, inclusive obrigando vários companheiros a trabalharem em outras unidades, os trabalhadores no CDD Tanque orientados pelo Sindicato, pararam suas atividades em cumprimento à liminar, após confirmação de novos casos de COVID-19 no setor.

Sebastião Brazil disse que a “saúde dos trabalhadores não deve ser posta em risco pelos lucros corporativos” e fez um chamado “a todos os trabalhadores do CDD Tanque que cumpram a quarentena, interrompendo o trabalho presencial em defesa da vida e segurança de seus familiares. Vamos lutar pelo direito a um ambiente seguro e a não levar essa doença para casa e a nossos entes queridos. Isso é direito nosso”.

A luta em defesa da vida é prioridade do nosso Sindicato!

Compartilhe agora com seus amigos