Sindicato dos Trabalhadores da Empresa Brasileira de Correios Telégrafos e Similares do Rio de Janeiro

Siga nas redes:

Filiado a FINDECT Filiado a CTB

Os Correios do Rio de Janeiro merecem coisa melhor!

Notícia publicada dia 19/01/2022 13:00

Tamanho Fonte:

A diretoria do SINTECT-RJ exige a imediata substituição do superintendente regional dos Correios do Rio de Janeiro, Arnaldo Luis Perez Marques. O pedido se deve em função do desrespeito às decisões judiciais que colocam em risco a saúde dos trabalhadores dos Correios. Faz isso para mostrar sua subserviência às orientações políticas, que tem como princípio o negacionismo da ciência, a antivacina e a imunização de rebanho.

A direção do Sindicato não tem mais quaisquer dúvidas que as decisões e orientações  administrativas, praticadas por Arnaldo Luis como superintendente Regional, estão em desacordo com os princípios dos Correios de universalização dos serviços postais e da oferta de serviços de qualidade. É inegável que diversas regiões do estado do Rio de Janeiro  já se encontram sem o serviço postal e toda população já tem consciência da drástica queda na qualidade dos serviços oferecidos pela empresa.

O trato na questão da pandemia é seu mais grave erro, que põe em risco a vida das pessoas. Seu negacionismo fez com que companheiros ficassem expostos a pandemia no momento em que dezenas de trabalhadores dos Correios foram a óbito, em razão da COVID-19. Foi preciso recorrer à justiça para barrar sua inescrupulosa tentativa de imunização em rebanho nas unidades do Rio de Janeiro. Uma prática comum entre os seguidores do presidente Bolsonaro e ainda mais evidentes daqueles praticantes do negacionismo. O medo e o desespero tomou conta dos trabalhadores ao verem os colegas ficando doentes de COVID-19, enquanto os gestores nas unidades, orientados por Arnaldo Luis, pressionavam para que ninguém cumprisse os protocolos de segurança.

Para agravar, no atual momento da pandemia, põe em prática todo tipo de assédio moral aos trabalhadores. Arnaldo Luis orientou os gestores nas unidades a pressionar os trabalhadores a não se afastarem mesmo estando com sintomas de COVID-19 e não cumprir a decisão da justiça de manter em trabalho remoto os trabalhadores que tiveram contato com os contaminados. Para piorar, enviou telegramas aos trabalhadores afastados com  ameaças de faltas injustificadas, bloqueio de pagamento e até demissão por justa causa.

Sua atitude abre um precedente ruim para a justiça no Brasil, desmerecendo o trabalho do judiciário, rompendo com a Constituição Federal e com a ética no serviço público brasileiro. A direção do SINTECT-RJ repudia tal prática e reafirma sua confiança e obediência aos princípios constitucionais da legalidade, impessoalidade, moralidade, publicidade e da eficiência.

Nesse sentido, convocamos a todos os trabalhadores dos Correios do Rio de Janeiro a darem um basta nas políticas negacionistas e incompetentes do Superintendente Regional, Arnaldo Luis. A população carioca merece respeito, os Correios do Rio de Janeiro com seus mais de 350 anos de funcionamento, sendo considerada o melhor serviço do nosso estado, também merecem respeito.

Fora Arnaldo! Em defesa de um Correios públicos, estatal e qualidade para toda a população carioca.

Fora Arnaldo! Em defesa da vida e da saúde dos trabalhadores, com imediato afastamento dos trabalhadores com sintomas de COVID-19, trabalho remoto para os que tiveram contato com contaminados e higienização de verdade das unidades da empresa.

Fora Arnaldo! Os Correios do Rio de Janeiro merecem coisa melhor!

Compartilhe agora com seus amigos