Sindicato dos Trabalhadores da Empresa Brasileira de Correios Telégrafos e Similares do Rio de Janeiro

Siga nas redes:

Filiado a FINDECT Filiado a CTB

A GEDIS fechou na marra do CDD Bangú e socou tudo no CDD Camará

Notícia publicada dia 13/09/2021 13:48

Tamanho Fonte:

Essa é a prova de que suas ações só têm um único objetivo que é piorar o serviço, para jogar a população contra os Correios e facilitar a vida daqueles que querem vender os Correios a preço de banana. É uma ação deliberadamente contrária aos interesses da população, que precisa ser atendida com um serviço de qualidade e respeitoso, como manda a constituição. 

Além do desserviço à população , a GEDIS mostrou seu total desprezo pelos trabalhadores, quando transferiu os trabalhadores para o CDD Camará. Além da distância, que dificulta a organização das entregas provocando atrasos e demora no atendimento. A GEDIS tinha plena consciência que a unidade não teria condições mínimas de trabalho para a quantidade de trabalhadores. Para piorar ainda mais o caos faltam banheiros, vestiários e higiene. Para mitigar o problema, a Gedis instalou dois banheiros químicos na unidade. O que deixou os trabalhadores enfurecidos. 

A GEDIS quis humilhar os trabalhadores dos Correios

Segundo o diretor jurídico do Sindicato, Fagner Lopes, o pior estrago dessa ação é na dignidade do trabalhador. “Imagina a revolta no coração de cada um ao reclamarem da situação de higiene, recebem dois insuficientes e esculachados banheiros químicos. Não tenho dúvidas que o objetivo é humilhar e degradar a dignidade do trabalhador. Um golpe baixo para atingir a moral da turma. É vergonhoso, saber que ainda existam gestores que trabalham dessa forma,” protesta Fagner. 

Segundo o diretor, o sindicato está em cima e vai fazer de tudo para reverter a situação totalmente lastimável para o trabalhador e para a população. “Não vai ficar assim, não é só o banheiro que é absurdo e insuficiente. Faltam vestiários adequados, além de espaço para executar o trabalho, o Sindicato já acionou o Ministério Público do Trabalho e vai ajuizar uma ação judicial para reverter a situação,” finaliza o dirigente.

Compartilhe agora com seus amigos