Sindicato dos Trabalhadores da Empresa Brasileira de Correios Telégrafos e Similares do Rio de Janeiro

Siga nas redes:

Filiado a FINDECT Filiado a CTB

Não pode ser emprestado informalmente, fala para Sindicato

Notícia publicada dia 12/11/2021 11:09

Tamanho Fonte:

O departamento jurídico do Sindicato emitiu nota convocando todos os trabalhadores, que foram ou forem emprestados para outras unidades sem que a chefia imediata apresente uma justificativa através de documento oficial da empresa, procurem imediatamente o Sindicato. O diretor jurídico do SINTECT-RJ, Fagner Lopes, explica  que é um grande risco para o trabalhador se deslocar ao trabalho em percurso diferente da sua lotação, sem que haja uma ordem em documento oficial da empresa. 

“É para a segurança do trabalhador e isso não pode ser tratado de forma secundária. O que eles estão fazendo não é prática de uma empresa séria. A gestão dos Correios tem que entender que a reforma trabalhista não transformou o contrato de trabalho em bagunça. O Sindicato está tomando  as devidas providências, mas é preciso que os trabalhadores se comuniquem com o Sindicato para relatar o abuso,” destaca o diretor. 

A nota do departamento jurídico informa que o trabalhador deve procurar o Sindicato, mesmo que o comunicado tenha sido feito por mensagem de WhatsApp, inclusive fora do horário de expediente. Para Fagner Lopes, a questão é que os trabalhadores têm que estar amparados na esfera trabalhista e previdenciária. “ E se acontece alguma coisa? Quem irá se responsabilizar? Por isso que os empréstimos de funcionários têm que ter uma ordem oficial da empresa, porque se acontece alguma coisa com o trabalhador, quem irá se responsabilizar.  

Não seja funcionário ioiô, indo e vindo de unidades, por conta da pressão da gestão. Se você está sendo emprestado para outra unidade exija um ordenamento oficial, caso não tenha procure e informe ao Sindicato. Você pode procurar o departamento jurídico ou o diretor do Sindicato da sua região.

Leia a nota do departamento jurídico

Sobre  empréstimo de trabalhadores em total afronta aos manuais da empresa e a revelia das chefia

Solicitamos aos empregados do Rio de Janeiro, que foram ou forem emprestados para outras unidades sem que a chefia imediata lhe apresente uma justificativa, através de documento oficial da empresa, ou que tenha recebido “recados por WhatsApp” comunicando o empréstimo, inclusive fora do horário de trabalho, que entrem em contato imediatamente com a direção do SINTECT/RJ, informando nome, matrícula e lotação dos empregados em questão, data do ocorrido,  nome do gestor e o destino do empréstimo.  

Salientamos que é um grande risco para o trabalhador se deslocar ao trabalho, em percurso diferente (da sua lotação), sem que haja uma ORDEM FORMAL DA EMPRESA, a fim de que fique o trabalhador amparado na esfera trabalhista e previdenciária em caso de infortúnio.

Compartilhe agora com seus amigos