Sindicato dos Trabalhadores da Empresa Brasileira de Correios Telégrafos e Similares do Rio de Janeiro

Siga nas redes:

Filiado a FINDECT Filiado a CTB

FINDECT CONQUISTA AADC PARA CARTEIROS REENQUADRADOS

Notícia publicada dia 07/02/2019

Tamanho Fonte:

A FINDECT conquistou, junto à direção da Empresa, o pagamento do Adicional de Entregas (AADC) para os Trabalhadores Ecetistas reenquadrados na função de carteiro. No final do ano passado, encaminhou ofício à ECT solicitando explicações para a possibilidade de mudança de cargo sem a discussão com as representações dos Trabalhadores.

Ainda, solicitou que todos os direitos e benefícios fossem pagos aos Ecetistas que viessem a desempenhar a função de entrega de correspondência. Situação atendida pela ECT após discussão e reuniões com a direção da Empresa. – Confira a resposta da Empresa!

ENTENDA O HISTÓRICO:

Em agosto do ano passado, os Correios abriram a possibilidade da mudança de cargo de atendente e OTT para carteiro. Essa mudança visava diminuir o déficit de trabalhadores na área de entregas devido à não realização de concurso público para preenchimento das vagas desde 2011.

Diante dessa proposta, a FINDECT solicitou, através de ofício, que os Trabalhadores reenquadrados tivessem os mesmo direitos, inclusive o adicional de entrega (AADC). Neste momento, iniciaram discussões para buscar a reparação dos direitos desses Trabalhadores.

AADC É UMA CONQUISTA DA CATEGORIA:

Os trabalhadores que desempenham funções externas, seja na distribuição ou coleta, recebem o AADC (Adicional de Atividade de Distribuição e Coleta) desde 2008. O adicional está previsto no PCCS 2008, e originou-se do Acordo homologado em Dissídio Coletivo de Greve nº 1956566-24.2008.5.00.0000.

Por isso, após a luta da FINDECT, e dos Sindicatos filiados, os Correios acataram a solicitação e, no Primeira Hora do dia 23 de janeiro, informou à categoria que o direito seria pago a todos os Trabalhadores que exercem a função de entrega – Confira aqui o Primeira Hora!

VEJA AQUI O OFÍCIO PROTOCOLADO PELA FINDECT SOLICITANDO DISCUSSÃO SOBRE O REENQUADRAMENTO DOS TRABALHADORES

Fonte: Findect

Compartilhe agora com seus amigos