Sindicato dos Trabalhadores da Empresa Brasileira de Correios Telégrafos e Similares do Rio de Janeiro

Siga nas redes:

Filiado a FINDECT Filiado a CTB

Gestão dos Correios é o retrato do atual Governo

Notícia publicada dia 31/03/2020

Tamanho Fonte:

A gestão bolsonarista da ECT adota medidas e ataques aos trabalhadores mesmo num momento em que a sociedade não têm medido esforços e ações para combater a pandemia que está ceifando milhares de vidas pelo mundo.

Os trabalhadores dos Correios sentem na pele a tragédia do Governo Bolsonaro traduzida na administração presidente da ECT Floriano Peixoto, que na última Campanha Salarial demonstrou total desrespeito aos ecetistas, suas famílias e ao TST, recorrendo da decisão ao STF, fazendo de tudo para aumentar a mensalidade no Plano de Saúde, inclusive com a retirada dos dependentes (Pai e Mãe). Pura demonstração de falta de humanidade contra aqueles que carregam essa empresa nas costas, indo em contrapartida daqueles que se locupletam através de cargos de confiança.

O atual Presidente dos Correios, Floriano Peixoto, teve relevantes experiências no exterior, inclusive integrou missões por duas vezes, uma como oficial de operações e, outra como comandante das forças militares da ONU no Haiti.

Antes de assumir a direção dos Correios, foi ministro-chefe da Secretaria-Geral da Presidência da República, porém a sua subordinação e alinhamento político ao Bolsonaro e a missão de privatizar os Correios foi motivo de sua nomeação ao cargo.

Os trabalhadores que ainda tinham alguma esperança que a Gestão Bolsonarista fosse um ponto fora da curva, só confirma que o SINTECT-RJ está no caminho certo em fazer a defesa irrestrita dos trabalhadores, pois a intransigência, falta de diálogo com as representações sindicais e trabalhadores, além da falta de humanidade fica mais evidenciado aos trabalhadores.

Após vários ofícios encaminhados pelo Sindicato, apresentando propostas, chamando ao diálogo e indagando sobre a forma pelo qual foram implementados várias medidas questionáveis, como os métodos de prevenção a fim de evitar a contaminação ao novo coronavírus.

A maldade da Gestão Bolsonarista é incansável e não têm limites, pois diante do não fornecimento de EPI’s para proteger os trabalhadores, a ECT vem agora querendo penalizar os trabalhadores que ficaram em suas unidades cumprindo toda sua jornada de trabalho, exercendo suas atividades internas e aguardando o fornecimento dos kits de higiene para a realização de seu trabalho externo.

Foi necessário o SINTECT-RJ ajuizar uma Ação Judicial para determinar que a ECT cumpra todas as medidas de proteção a vida de milhares de trabalhadores.

A irresponsabilidade do Presidente da República e da direção da ECT deixa claro a todos os trabalhadores ecetistas que devemos lutar, antes que atual gestão avance na sua inconsequência e privatize os Correios. Lutemos!!!

Compartilhe agora com seus amigos