Sindicato dos Trabalhadores da Empresa Brasileira de Correios Telégrafos e Similares do Rio de Janeiro

Siga nas redes:

Filiado a FINDECT Filiado a CTB

Gestão operacional no RJ esfola categoria com metas abusivas e convocação para trabalho extra

Notícia publicada dia 15/04/2021

Tamanho Fonte:

Sem concurso e contratação desde 2011, a gestão operacional da ECT despreza o fato do efetivo estar muito defasado, com isso sobra serviço, sobrecarga, metas abusivas, estresse e adoecimento para os trabalhadores, situação piorada ao extremo com as constantes convocações para trabalho extra em finais de semana e feriados.

Nesses anos sem contratação, a gestão operacional dos Correios fez vista grossa com o aumento do serviço devido à explosão do comércio eletrônico em todo o planeta, uma realidade que veio para ficar e teve enorme impulso e crescimento na pandemia.

Enquanto isso, a quantidade de trabalhadores só diminui. Além da falta de concurso e contratação, foram realizados vários SDs que esfolaram a categoria sem contar os PDIs que reduziram drasticamente o quadro funcional.

A situação vai apertando cada vez mais, pois a conta mais serviço e menos trabalhador não fecha. E a resposta que a gestão operacional e direção militar da empresa dá é esfolar os trabalhadores.

A GEDIS continua sendo cúmplice desse negacionismo genocida, negando o afastamento dos trabalhadores terceirizados, não realizando a higienização adequada dos setores e remanejando trabalhadores de outras unidades para os locais onde houve contaminação, aumentando assim a contaminação do vírus.

Isso acaba com a saúde do trabalhador. Ainda mais nessa situação caótica que o país enfrenta, com as categorias consideradas essenciais tendo que trabalhar sem ser vacinadas.

Compartilhe agora com seus amigos