Sindicato dos Trabalhadores da Empresa Brasileira de Correios Telégrafos e Similares do Rio de Janeiro

Siga nas redes:

Filiado a FINDECT Filiado a CTB

Gestores serão responsabilizados por orientação contrária à liminar

Notícia publicada dia 11/01/2022 22:39

Tamanho Fonte:

A diretoria do Sindicato está nas unidades reunindo provas e depoimentos de assédios realizados pelos gestores para que os companheiros contaminados ou que tiveram contato com eles sejam afastados para o trabalho remoto. “Já conseguimos apurar um caso que o gestor recusou o exame de COVID-19 do trabalhador que permaneceu na unidade de trabalho. O resultado foi um surto de mais de 10 trabalhadores também infectados pelo COVID-19, e o número ainda está crescendo,” destacou Cristiano Galvão secretário de saúde do SINTECT-RJ. 

Os casos de COVID-19 estão em todas as unidades, a diretoria do Sindicato tem se desdobrado para garantir que sejam aplicados os protocolos de segurança à saúde do trabalhador, determinados pela liminar conquistada pela direção do Sindicato. O surto é tão grande que alcançou a imprensa e tornou a vida dos trabalhadores e usuários dramática. “O Sindicato tem se esforçado para ir nas unidades e fazer valer o protocolo, mas em muitas delas nem precisa porque está todo mundo ficando doente. Porque a empresa protela ao máximo a aplicação das medidas de segurança. Como consequência direta são mais unidades fechadas,” sentencia Galvão. 

O diretor do departamento jurídico do SINTECT-RJ, Fagner Lopes, alerta para a necessidade de todos estarem juntos para defender a vida dos trabalhadores. “Somos poucos diretores liberados para dar conta dessa catástrofe sanitária promovida pelo negacionismo da gestão da empresa. Todo mundo precisa ajudar para que as unidades cumpram os protocolos de segurança. Todos que estão na luta em defesa dos trabalhadores ajudem a fazer valer os protocolos,” finaliza Lopes. 

O Sindicato atua forte para defender a vida 

Diretor Esmeralci atuando contra o negacionismo da empresa e fazendo respeitar o  protocolo da liminar dos trabalhadores – Cdd Barra do  Piraí. 

Os diretores André Feitosa, Douglas e Marcinho deram apoio aos trabalhadores do CDD Bonsucesso, 100% de adesão dos trabalhadores do operacional.

Presidente Marcos Santaguida na linha de frente no CDD Largo da Batalha 

Secretário de Comunicação, Pedro Alexandre, no CDD Alto da Posse fazendo valer os protocolos. 

O diretor Jurídico, Fagner Lopes, em reunião com trabalhadores do CDD Oeste. 

Compartilhe agora com seus amigos