Sindicato dos Trabalhadores da Empresa Brasileira de Correios Telégrafos e Similares do Rio de Janeiro

Siga nas redes:

Filiado a FINDECT Filiado a CTB

Moção de Apoio e Solidariedade do SINTECT-RJ aos trabalhadores do CDD Humaitá

Notícia publicada dia 06/07/2019

Tamanho Fonte:

O jornal Extra publicou uma matéria totalmente distorcida e equivocada, que visa tão somente a criar um clima de atrito entre a população (clientes) e os trabalhadores dos Correios.

A diretoria do SINTECT-RJ repudia veemente tal matéria, feita pelo jornal sem sequer investigar a veracidade da denúncia, tratando com abuso uma legítima confraternização dos trabalhadores em despedida aos colegas que se desligaram dos Correios após sua merecida aposentadoria e anos de trabalho prestado.

A diretoria do SINTECT-RJ também repudia a forma pela qual a ECT tratou do caso, impondo afastamentos e processos administrativos.

Presta também total apoio e solidariedade aos trabalhadores do CDD Humaitá, vítimas dessa matéria tendenciosa e equivocada, que só interessa aos apoiadores da privatização da ect.

Infelizmente o governo e parte da mídia não tem dado a devida importância em defender esse serviço público extremamente essencial ao povo. O Correios cumpre um papel estratégico para o desenvolvimento e soberania do país. Presente em 5.570 municípios do Brasil, com mais de 6 mil agências e mais de 100 mil trabalhadores, também é reconhecida mundialmente como a empresa de maior eficiência, respeitabilidade e confiabilidade no serviço postal.

O SINTECT/RJ defende a liberdade de expressão, garantida pela Constituição Federal e que tem valor democrático fundamental. Porém discorda da forma em que foi divulgado a matéria tendenciosa do jornal Extra.

Apoiamos os trabalhadores do CDD Humaitá e de todo país, como também todos os empregados de empresas públicas que estejam passando por situação semelhante.

O sindicato ratifica o seu posicionamento em defesa dos trabalhadores e buscará todos os meios e medidas cabíveis para defende-los e a empresa pública de Correios.

QUEM LUTA NÃO MERECE SER PUNIDO!

Compartilhe agora com seus amigos