Sindicato dos Trabalhadores da Empresa Brasileira de Correios Telégrafos e Similares do Rio de Janeiro

Siga nas redes:

Filiado a FINDECT Filiado a CTB

Orientação do SINTECT-RJ devido a falta de humanidade da Gestão dos Correios com os trabalhadores

Notícia publicada dia 22/03/2020

Tamanho Fonte:

Trabalhador não exerça suas atividades caso não chegue o Álcool em gel em sua unidade

Áudios, mensagens e recusas das chefias na entrega das declarações devem ser denunciadas e repassadas ao sindicato para tomarmos as devidas providências.

Como se não bastasse os trabalhadores conviverem com as unidades totalmente sucateadas, sem a devida higiene e limpeza e com a sobrecarga de trabalho cada dia pior, nos deparamos com a incompetência sem precedentes da ECT. Apesar do surto de Coronavírus que têm atingido o estado do Rio de Janeiro, a gestão dos Correios mostraram o lado mais perverso do ser humano, que é a sua falta de humanidade.

Mesmo com todos alertas dos órgãos de saúde orientando cumprir a risca todas as medidas de segurança e precauções, o perigo do contágio e o alto índice fatalidade parece não sensibilizar a gestão no RJ, que mais parece estar preocupada em manter os seus privilégios e cargos em detrimento dos riscos a vida de milhares de trabalhadores e trabalhadoras.

O “Primeira Hora Extra” da empresa menciona que as medidas seriam implementadas, mas, na prática, estão sendo insuficientes, demonstrando a desfaçatez contra a categoria ecetista que cumpre com suas atividades diárias com competência.

As unidades continuam sem itens de prevenção necessários para proteger os trabalhadores, deixando suas familiares apreensivos com a situação. Vários trabalhadores que estão nos grupos de risco, fizeram a declaração para os gestores imediatos, porém tiveram os seus pedidos negados. Outro crime cometido pela gestão é a orientar os trabalhadores a assinarem as entregas de objetos e tirarem fotos. Medida absurda e irresponsável!

O SINTECT-RJ recebeu várias denúncias dos trabalhadores relatando que após terem entregado a declaração que possibilita o trabalho remoto, receberam mensagens pelo WhatsApp e ligações das gerências pedindo para retornar às atividades.

Diante dessa situação, o Sindicato orienta os trabalhadores que fizeram a declaração a não retornarem às atividades, e que as mensagens e áudios dos gestores que entraram em contato com os trabalhadores estão em posse do departamento jurídico para que sejam tomadas as devidas ações judiciais contra a postura de assédio desses gestores.

A quem interessa colocar a vida dos trabalhadores e de seus familiares em risco?

O SINTECT-RJ repudia e está apurando a conduta da GEDIS e GERAT, pois essas áreas da ECT estão pressionando para recusar as declarações e também cobrando para que as metas sejam cumpridas, algo absurdo diante de em momento crítico, em que a vida dos trabalhadores, de suas famílias e da população estão em risco.

A atitude irresponsável da empresa minimiza a importância da vida de milhares de trabalhadores dos Correios.

O SINTECT-RJ orienta que na falta de álcool em gel para que executem suas atividades, os trabalhadores deverão bater o cartão e permanecer no setor sem manusear nenhum objeto postal, e para o serviço externo, caso não tenha o álcool em gel individual, os trabalhadores também deverão permanecer dentro das unidades até que a empresa providencie.

Será que a vida dos trabalhadores não têm valor? Vale mais as portarias das atuais gestores e a gana pelo cargo?

O que está risco é a vida dos trabalhadores dos Correios!!!

Compartilhe agora com seus amigos