Sindicato dos Trabalhadores da Empresa Brasileira de Correios Telégrafos e Similares do Rio de Janeiro

Siga nas redes:

Filiado a FINDECT Filiado a CTB

SINTECT-RJ orienta categoria a não assinar termo individual

Tamanho Fonte:

Empresa tenta impor compensação por conta da paralisação dos caminhoneiros

Em virtude das manifestações dos caminhoneiros, a direção da ECT quer que os trabalhadores dos Correios assinem o documento concordando em repor as horas não trabalhadas por meio de compensação da jornada em data posterior. O termo individual está circulando entre os ecetistas, com a justificativa da paralisação dos caminhoneiros realizada nesta quinta-feira (24) e com previsão de continuidade até amanhã (25). O SINTECT-RJ orienta a categoria a não assinar o documento, em respeito à legislação e ao direito dos trabalhadores em executar suas reivindicações.

De acordo com o Presidente do sindicato, Ronaldo Martins, “Essa é uma ação arbitrária da empresa, que quer obrigar o trabalhador a repor as horas não trabalhadas, por conta da manifestação dos caminhoneiros. Se não há condições de trabalho, visto que as estradas estão bloquedas, se não tem combustível, entre outros pontos, não é cabível esse tipo de reposição de banco de horas. Os companheiros não devem assinar esse termo”, afirmou.

O sindicalista explicou ainda que, o jurídico do SINTECT-RJ está analisando a situação e tomando as devidas providências. Caso o trabalhador seja coagido a assinar o termo, que procure imediatamente o sindicato. Os trabalhadores do Rio de Janeiro podem entrar em contato direto com o SINTECT-RJ, por meio do WhatsApp do sindicato. Basta adicionar o número (21) 96888-6172 aos contatos e enviar uma mensagem com nome e unidade.

Notícia publicada dia 24/05/2018

Compartilhe agora com seus amigos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *