Sindicato dos Trabalhadores da Empresa Brasileira de Correios Telégrafos e Similares do Rio de Janeiro

Siga nas redes:

Filiado a FINDECT Filiado a CTB

Vamos cobrar nas redes sociais a inclusão da categoria ecetista nos grupos prioritários de vacinação contra a Covid-19

Notícia publicada dia 05/04/2021

Tamanho Fonte:

Na próxima terça-feira, (06/04/2021), poderá ser votado a emenda ao Projeto de Lei 1011/2020 que garante a inclusão dos trabalhadores dos Correios ao grupo prioritário de vacinação, e precisamos da mobilização e pressão dos trabalhadores nas redes sociais para exigirmos o nosso direito a vacinação prioritária contra a Covid-19.

O problema é que a relatora do PL, a deputada Celina Leão (PP-DF), está resistente quanto à inclusão dos trabalhadores dos Correios no PL, mesmo sendo claro que a exposição ao vírus no trabalho do ecetista é muito maior que a de caminhoneiros, profissionais de transportes de cargas e mesmo professores, outras categorias contempladas pelo PL.

O plenário da Câmara aprovou regime de urgência para a tramitação do PL. Sua relatora, a deputada Celina Leão (PP-DF), encaminhou o texto para análise da Comissão de Constituição e Justiça, para depois ser votado em plenário.

Por isso é preciso mobilização geral!

A pressão nas redes sociais tem se mostrado cada vez mais estratégico como instrumento de mobilização, já que possibilita a cada trabalhador ecetista pressionar parlamentares para que aprovem projetos de interesse da categoria e barrem iniciativas que tragam prejuízos à sociedade e ao país, como é o caso da privatização dos Correios e quebra do monopólio postal.

O governo Bolsonaro incluiu a categoria ecetista na lista de atividades essenciais, mas não incluiu os trabalhadores que estão expostos desde o início da Pandemia nos grupos prioritários de vacinação. E como vamos mudar isso? Com mobilização e pressão nas redes sociais!

A FINDECT e Sindicatos filiados orientam os trabalhadores e familiares a realizar uma grande mobilização exigindo nas redes sociais da relatora e Deputada Federal Celina Leão (PP-DF) a inclusão da categoria ecetista na lista de grupos prioritários da vacinação contra a Covid-19.

Copie esse texto abaixo e envie no email e cole nos comentários das redes sociais da Deputada e relatora do PL 1011/2021:

Exma Sra Deputada Celina Leão

Quanto ao Projeto de Lei 1011/2020, sobre a prioridade na vacinação contra COVID 19 para trabalhadores de atividades enquadradas como essenciais na pandemia pelo governo federal:

Os serviços postais entraram nesse rol de atividades.

Por isso os trabalhadores dos Correios foram mantidos em trabalho presencial, sem direito a quarentena, lockdown ou distanciamento.

A natureza do trabalho que executam os deixam tão expostos à contaminação quanto os trabalhadores das demais categorias inseridas no PL, até mais que a maioria.

Todo dia pegam conduções lotadas para ir e voltar do trabalho.

Todo dia se aglomeram em locais de trabalho na maioria pequenos e sem a ventilação adequada.

Todo dia manipulam milhões de objetos de múltiplas procedências sem desinfecção.

Todo dia saem às ruas, pegam condução lotada para se locomover na cidade, entregam correspondências e objetos a milhões de destinatários, e recolhem milhões de objetos nas agências.

E todo dia voltam aos seus lares sem saber se estão contaminados, colocando em risco seus familiares, vizinhos e toda a clientela dos Correios.

Milhares deles já adoeceram e mais de 400 já morreram em todo o país.

Como recusar a esses trabalhadores a prioridade na vacinação?

Pedimos seu apoio em nome de mais de 90 mil trabalhadores e suas famílias em todo o Brasil.

Após copiar o modelo de texto entre num dos endereços das páginas nas redes sociais da Deputada Celina Leão e comente:

Email: dep.celinaleao@camara.leg.br

Página do Facebook

Página do Instagram

Página do Twitter

Página do YouTube

Telefone do gabinete: (61) 3215-5260

Por: FINDECT

Compartilhe agora com seus amigos